ALIMENTO ORGÂNICO

Semana do Alimento Orgânico no Distrito Federal acontece até sábado

Evento acontece dentro da plataforma da Expoabra e conta com apoio do Sebrae no DF

Foi aberta na tarde desta terça-feira, 14 de setembro, a edição 2021 da Semana do Alimento Orgânico no Distrito Federal. A realização é apoiada pelo Sebrae no DF e integra o rol de atividades da Exposição Agropecuária de Brasília (Expoabra), evento que ocorre de forma híbrida, com atividades presenciais e virtuais até o próximo sábado, 18 de setembro, também com apoio da unidade distrital do Sebrae.

O técnico em agropecuária e coordenador do Comitê da Produção Orgânica (CPOrg) do Distrito Federal, Verinaldo Souza, foi quem deu o pontapé inicial às atividades da Semana. Ele iniciou sua exposição destacando os benefícios do alimento orgânico na promoção da saúde humana e também reiterou o desejo que tem de tornar os produtos de origem orgânica mais acessível para todos.

Verinaldo também falou sobre a programação da Semana, que inclui a participação de nutricionistas e chefs de cozinha. Eles apresentarão receitas simples e práticas utilizando alimentos orgânicos com o objetivo de atrair mais consumidores e oferecer mais credibilidade aos produtos orgânicos.

O coordenador do CPOrg ainda falou do potencial do mercado e da necessidade de ampliar o número de produtores. “A procura por alimentos orgânicos, apesar da pandemia, foi grande no ano passado e movimentamos mais de R$ 5 bilhões. A busca por uma alimentação saudável e pela sustentabilidade estão ganhando terreno em nossa sociedade. Portanto, é um mercado para se explorar”, afirmou.

O superintendente do Sebrae no Distrito Federal, Valdir Oliveira, também comentou sobre o potencial do mercado de produtos orgânicos na capital federal e observou que a tendência é que o segmento continue crescendo nos próximos anos. “A produção de orgânicos é uma belíssima oportunidade de negócio em nosso território. Quem mora no Distrito Federal tem renda média maior que a nacional e isso é sinal de grande potencial de desenvolvimento. Devemos levar em consideração, ainda, que estamos enfrentando uma grave crise sanitária e que as pessoas começaram a desenvolver hábitos mais saudáveis e o alimento orgânico oferece isso. É algo que nos traz saúde e que temos em abundância em nosso território”, disse Valdir.

Sabendo que uma das características da produção orgânica é a preocupação com o meio ambiente, o secretário-executivo da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri), Luciano Mendes, aproveitou a abertura do evento para informar que a pasta, em parceria com outros órgãos e instituições da sociedade, está finalizando o Plano de Desenvolvimento Rural do Distrito Federal para os próximos 20 anos.

O documento terá como objetivo estabelecer os eixos de desenvolvimento sustentável da agropecuária local, oferecendo condições estruturantes para que a população do campo possa ter um planejamento de suas atividades em longo prazo. “Temos que aproveitar com sabedoria e eficiência todos os recursos disponíveis no DF e assim garantir a sobrevivência da nossa área rural e também das nossas cidades”, defendeu Luciano, na ocasião.

A cerimônia de abertura da Semana do Alimento Orgânico no Distrito Federal também contou com a participação do deputado distrital, Roosevelt Vilela; do superintendente Federal de Agricultura do DF, William Barbosa; do presidente do Instituto Brasil Orgânico, Rogério Dias; e de Paola Magalhães, representando o Sistema FAPE/SENAR-DF.

 

Informações para a imprensa

Paulo César Gusmão Gomes

Gerente ASCOM – Assessoria de Comunicação

Fone: (61) 9288 0958
e-mail: paulo.gomes@df.sebrae.com.br                                 

Christiane de Souza Gnone 

Fone: (61) 98128 2400 
e-mail: 
christiane@df.sebrae.com.br