DINHEIRO EM DEBATE

Sebrae reúne especialistas para debate sobre finanças e investimentos

Realização contou com a participação de João Kepler, Thiago Nigro, e Breno Perrucho

Organização financeira é um aspecto fundamental para a sobrevivência e a prosperidade de qualquer empresa. Sabendo disso e com objetivo de orientar micro e pequenos empresários brasilienses, o Sebrae no Distrito Federal promoveu, na noite da última quarta-feira, 6 de outubro, o Dinheiro em debate, evento que contou com a participação de João Kepler, CEO da Bossanova Investimentos; Thiago Nigro, idealizador e sócio proprietário do projeto O Primo Rico; e Breno Perrucho, criador do projeto Jovens de Negócios, o quarto maior canal de educação financeira e empreendedorismo do país no YouTube, com mais de 1 milhão de inscritos.

O debate ocorreu de forma híbrida, sendo o presencial realizada no auditório do Sebrae, no SIA Trecho 3, e o virtual transmitida por meio de um hotsite criado especificamente para o evento. Quem acompanhou a realização pôde conferir dicas valiosas para economizar e investir dinheiro, organizar as finanças, criar uma reserva de emergência e também para solicitar empréstimos.

As primeiras observações levantadas durante o evento foram compartilhadas por Breno Perrucho. Ele atuou como mediador do debate e deu início à ocasião lembrando que dinheiro é, por muitas vezes, um assunto polêmico, que pode causar desavenças, mas, que ao mesmo tempo pode ser algo libertador, se bem administrado.

Na sequência, foi a vez de João Kepler fazer suas observações. Ele, que é premiado como melhor investidor-anjo do país pelo Startup Awards, iniciou sua exposição lembrando que a pandemia levou o empreendedor brasileiro a se adaptar de uma hora para a outra, a acelerar o chamado processo de digitalização. A partir desse pano de fundo, Kepler provocou a plateia do evento acerca da importância de desenvolver uma mentalidade arrojada, visionária. “Podemos olhar para onde todo mundo está olhando, mas é preciso vermos um cenário diferente”, observou Kepler, que até o momento afirma já ter investido em mais de 800 startups desde 2015.

O investidor também aproveitou a ocasião para salientar a importância do empreendedor estar sempre atento aos movimentos da economia, na tentativa, é claro, de vislumbrar novas oportunidades de investimentos/negócios. Kepler, que tem o hábito de investir em negócios escaláveis – aqueles capazes de evoluir significativamente sem afetar ou afetar minimamente os recursos da sua estrutura –, citou que durante a pandemia não parou em momento nenhum de realizar aportes e, a partir desse relato, observou que é imprescindível surfar na onda de investimentos em negócios inovadores. “O meu conselho é que vocês olhem o universo das startups com outros olhos. Olhem para os negócios inovadores com outros olhos”, recomendou.

Por fim, quem acompanhou o debate pôde ouvir Thiago Nigro, autor do livro Do Mil ao Milhão e que aos 31 anos influencia milhares de pessoas que sonham em alcançar a tão sonhada liberdade financeira. Ele iniciou sua apresentação falando uma reflexão sobre o tempo.

Segundo Nigro, as pessoas precisam compreender que na verdade o dinheiro não é um papel, mas sim tempo. “Se você ganhar R$ 3 mil por mês e gastar R$ 2.500, sobrará R$ 500. Se você trabalhar 250 horas/mês, na verdade você ganha R$ 2/hora. Então, se você ganhar R$ 2/hora, e você comprar um copo de R$ 20, você tem que entender que o custo do copo não é de R$ 20, mas sim de 10 horas de trabalho. Se você trabalhar 10 horas por dia, então é um dia de trabalho para comprar este copo. Precisamos entender que tudo é tempo”, frisou.

Mesmo sendo uma referência para quem está comprometido a alcançar a liberdade financeira, Nigro se apresenta como um eterno aprendiz sempre à procura de sementes que gerem florestas. Ele recomendou que as pessoas devem evitar ter custos causados pelo imediatismo, pelo consumismo e buscar gastar melhor o dinheiro que possuem, comprando ativos e também “com coisas que podem proporcionar crescimento”.

Nigro terminou sua apresentação falando sobre a importância de se fazer sacrifícios. Segundo ele, não é cortar o cafezinho que irá fazer uma pessoa enriquecer, mas sim a consciência. O guru da liberdade financeira também comentou sobre sua estratégia de investimentos, revelando onde e porque tem aplicado suas receitas.

No segundo momento do evento, ocorreu um debate entre Kepler e Nigro sobre a mediação do Perrucho que, por sua vez, também realizou suas colocações sobre temas relevantes para quem está inserido no universo das micro e pequenas empresas. Os assuntos, como crédito, taxas de juros, prazos, métodos de investimentos, entre outros foram propostos pelo público que acompanhou a realização.

A diretora administrativa-financeira do Sebrae no DF, Adélia Bonfim, acompanhou a realização do evento e comentou que um dos ininterruptos desafios do micro e pequeno empresário é manter o seu empreendimento financeiramente saudável. Ela também pontuou que o Sebrae mais uma vez agiu na hora exata, já que o DF e os demais estados do país vivenciam um movimento de retomada da economia. 

“Os ensinamentos aqui partilhados foram essenciais. Os palestrantes se expressaram de uma forma muito clara e fizeram com que o conteúdo atendesse às necessidades do micro e pequeno empresário que está lutando para aproveitar esse momento da nossa economia Esse debate foi uma verdadeira aula de educação financeira”, observou Adélia.

 

Informações para a imprensa

Paulo César Gusmão Gomes

Gerente ASCOM – Assessoria de Comunicação

Fone: (55 61) 3362.1659 / 9288 0958
e-mail: paulo.gomes@df.sebrae.com.br  

Christiane de Souza Gnone 

Fone: (55 61) 3362.1659/ 98128 2400 
e-mail: christiane@df.sebrae.com.br