Sebrae promove 2º Seminário de Integração da Construção

O evento tem como propósito aumentar a competitividade das micro e pequenas empresas integrantes da cadeia da construção civil

Micro e pequenos empresários integrantes do setor de construção civil do Distrito Federal participaram, no sábado, 8 de junho, do 2º Seminário de Integração da Construção. A iniciativa, realizada na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL/DF), no SIA, foi promovida pelo Sebrae no DF com a finalidade de fomentar o aumento da competitividade do segmento.

A exemplo da primeira edição – realizada em maio do ano passado –, o seminário trouxe personalidades que abordaram assuntos como inovação, tecnologia, mercado, oportunidades de negócios e networking. Além de empresários da construção civil, o evento reuniu representantes do comércio de materiais de construção, escritórios de arquitetura, imobiliárias, prestadores de serviços e estudantes de cursos técnicos.

Na abertura das atividades, o superintendente do Sebrae no DF, Valdir Oliveira, ressaltou a importância de fortalecer a cadeia produtiva, para que os empreendimentos possam colaborar com a retomada da economia brasiliense, por meio da geração de emprego. “A construção civil é um segmento capaz de renovar a esperança em dias melhores. Proporcionar a integração de empreendedores e municiar novos conteúdos dará uma contribuição significativa para fortalecer o setor, estimulando o surgimento de novos postos de trabalho, renda e a efetivação de novos negócios”, explicou Oliveira.

O economista, âncora do programa Conta Corrente, da Globo News, e professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Samy Dana, apresentou um painel sobre o cenário e as tendências da economia no mercado mundial. Ele também apontou alguns obstáculos para os empresários brasileiros. “A situação econômica no Brasil não é boa, mas está melhorando. A burocracia é um problema gravíssimo no gerenciamento de empresas e que, infelizmente, resulta na elevação do preço dos produtos”, ressaltou.

Dana traçou um perfil do consumidor e destacou a importância de os empreendedores não estagnarem. “O brasileiro gosta de inovação e quanto mais jovem a pessoa – com menos de 30 anos de idade – maior a probabilidade de mudança de hábitos. E isso é muito bom!”, disse.

Em seguida, o empresário, investidor anjo e também professor da FGV, Arthur Igreja, abordou o quanto a implementação de processos de inovação é fundamental para o setor da construção civil. Para ele, é preciso abusar da tecnologia para gerar empatia e não o afastamento. “O seu usuário está mais informado que você e não importa que tipo de mágica você está criando para o cliente e muito menos o processo, mas sim a apresentação final. A gente tem que encarar a inovação como uma calibragem, todos os dias”, comentou. Igreja também frisou que “o avanço da tecnologia é gradual e que os empreendedores nunca podem dizer que foram pegos de surpresa por algum processo de inovação”.

A coordenadora da Cadeia Produtiva da Construção do Sebrae no DF, Zaíle Chagas, analisou o mercado brasiliense e apontou a necessidade de mudanças para que o setor dê a sua contribuição ao desenvolvimento local. “A cadeia produtiva tem muito a avançar, porém, é preciso inovar nos modelos de operação. Buscar novas parcerias com atendimento diferenciado, uma nova forma de divulgação, fazer a identificação do cliente. A palavra concorrência pode parecer negativa, mas é necessária e saudável porque impulsiona””, observou Zaíle.

Há sete anos empreendendo na área de construção civil do DF, Pedro Santos foi um dos empresários que participaram do seminário. Além de estabelecer novos contatos, as palestras o levaram a concluir que marketing e atendimento são fatores essenciais para criar um link de confiança entre vendedor e consumidor. “Se o consumidor está satisfeito ele se torna um multiplicador do nosso trabalho. Pude compreender melhor esse aspecto e o quão essencial é conquistar e fidelizar clientes. Antigamente, o consumidor tinha poucas opções de compra e hoje esse cenário está totalmente diferente, exigindo que nós, empresários, busquemos novas estratégias. Ter participado deste seminário expandiu meus horizontes para além da zona de conforto”, afirmou Santos.

Informações para a imprensa

Paulo César Gusymão Gomes

Gerente ASCOM – Assessoria de Comunicação

Fone: (55 61) 3362.1659 / 9288 0958
e-mail: paulo.gomes@df.sebrae.com.br

 Christiane de Souza Gnone 

Fone: (55 61) 3362.1659/ 98128 2400 
e-mail: christiane@df.sebrae.com.br

Tags: Sebrae no DF, Seminário de Integração da Construção, construção civil, Empreendedorismo, Micro e Pequenas Empresas