CAPACITAÇÃO

Músicos são capacitados durante a Conferência CoMA 2019

Evento, considerado uma das maiores convenções musicais do Centro-Oeste, recebeu apoio do Sebrae no DF

O Sebrae no Distrito Federal apoiou a realização da Conferência do Festival CoMA – Conferência de Música e Arte. A iniciativa, ocorrida nos dias 1º e 2 de agosto no Centro Cultural Brasil 21, teve como proposta constituir um espaço voltado para discutir a profissionalização da arte, permitindo a interação não somente entre artistas, mas de toda a cadeia envolvida no processo de produção, financiamento e divulgação da atividade musical.

O CoMA já é realizado há três anos e está consolidado no calendário brasiliense e também como uma das maiores convenções musicais da região Centro-Oeste do Brasil. Durante a realização foram realizados workshops e rodas de conversas que abordaram assuntos como direito autoral, marketing digital e produção musical independente.

Simultaneamente, os participantes da conferência também puderam conferir pitches, espaços de apresentação de projetos em que músicos, empresários, assessores e produtores apresentaram o trabalho artístico para uma banca formada por profissionais de diversas vertentes da cadeia musical. Também foram apresentados showcases, momento em que bandas selecionadas pela coordenação do festival promoveram performances para uma banca composta por compradores/players do mercado musical.

“A indústria da música não está restrita às grandes gravadoras e estrelas. Há milhares de artistas que também são responsáveis por gerir suas próprias carreiras, enfrentando dificuldades diárias para buscar uma oportunidade de negócio, de crescimento. O nosso foco, com o apoio à conferência, é essa cadeia de pessoas. Elas geram renda, empregam e precisam de capacitação para conseguir evoluir dentro do segmento”, explica Juliana Mota, gestora do segmento de Economia Criativa e do projeto Redes Criativas do Sebrae no DF.

O apoio do Sebrae no DF foi um fator essencial para a realização da CoMA, segundo Micaela Neiva, organizadora do evento. “Trabalhamos para fortalecer o cenário musical em Brasília. Queremos que os outros Estados saibam que a Capital da República tem expressividade dentro da arte e o Sebrae, com toda sua expertise, contribuiu para que pudéssemos alcançar esse objetivo na conferência deste ano”, garantiu Micaela.

Em meio aos participantes da conferência estava Eli Moura. Mesmo com 14 anos de experiência dentro do segmento musical, a empresária e idealizadora da Iduna – primeira aceleradora de carreiras musicais do Centro-Oeste – busca frequentar conferências para adquirir novos conteúdos e estabelecer novos contatos. “O CoMA, ao trazer players nacionais e internacionais, é de extrema importância para os artistas menores que surgem de forma independente. O evento mostra a eles caminhos para compreender a indústria da música em todo o globo e o Brasil, por ser um país de proporções continentais, carece de realizações similares a essa”, salienta a empresária.

Ainda conforme a avaliação de Eli, a atuação do Sebrae tem sido eficaz para o processo de evolução daqueles profissionais da indústria musical no DF. “As linguagens artísticas dentro de uma mercado são interseccionais; a cadeia produtiva em qualquer área é entrelaçadíssima. A música faz parte da economia criativa e contribui para aquecer a economia em qualquer localidade. O Sebrae tem apoiado esse processo, mostrando que existem possibilidades e fornecendo capacitações para quem deseja ir além dos instrumentos e apresentações.

Informações para a imprensa

Paulo César Gusmão Gomes

Gerente ASCOM – Assessoria de Comunicação

Fone: (55 61) 3362.1659 / 9288 0958
e-mail: paulo.gomes@df.sebrae.com.br

Christiane de Souza Gnone 

Fone: (55 61) 3362.1659/ 98128 2400 
e-mail: christiane@df.sebrae.com.br

 

Tags: Festival CoMA, Sebrae no DF