GERAÇÃO DE NEGÓCIOS

Feira da Primavera marca a retomada do comércio no pós-pandemia

Realização do Sebrae no DF permitiu a geração de negócios para empreendedores que atuam nas cadeias produtivas da agroindústria, floricultura e artesanato do Distrito Federal

Depois de quase dois anos sem eventos presenciais abertos ao público, o Sebrae no Distrito Federal promoveu no último fim de semana, dias 2 e 3 de outubro, a primeira edição da Feira da Primavera. O evento ocorreu no Estacionamento 12 do Parque da Cidade Dona Sarah Kubitschek, um dos locais mais queridos e frequentados por brasilienses e também por turistas que visitam a capital federal.

A Feira contou com a participação de 30 empreendedores dos mais diversos segmentos, desde alimentação, itens de artesanato, decoração e floricultura, com o objetivo de atender às demandas de micro e pequenos empresários que tinham necessidade de retomar a comercialização de seus produtos em feiras e eventos.

“A primavera é o começo de um novo ciclo, representa um recomeço e foi com esse espírito que o Sebrae no DF realizou a Feira da Primavera 2021. Tenho certeza de que vamos nos surpreender com o valor de geração de negócios dos expositores que estiveram presentes, expondo e vendendo peças de artesanato, alimentos, flores e plantas, sem deixar de lado a segurança sanitária que o momento exige. Como desafio, precisamos focar cada vez mais nos pequenos negócios, com soluções e ações que promovam o desenvolvimento empresarial e a efetivação de negócios e, por consequência, a geração de emprego e renda. Para nós, é fundamental a inovação como mecanismo de agregação de valor e redução de custos para o aumento de produtividade e da competitividade nos pequenos negócios”, explicou a diretora técnica do Sebrae no DF, Rose Rainha, durante o evento.

A diretora administrativa-financeira do Sebrae no DF, Adélia Bonfim, também prestigiou a realização da feira e visitou todos os espaços disponíveis no local para conversar com os empreendedores e conhecer os produtos expostos. Segundo ela, a realização foi um marco nessa retomada da economia, dos eventos e do crescimento do comércio. “A realização dessa feira é um avanço. Nós enxergamos muito mais à frente, já conseguindo visualizar a retomada, e ver essas empresas aqui crescendo cada vez mais, é gratificante. A vacina chegou e todos teremos de voltar a nos adequar à normalidade. Os empresários precisam disso e a sociedade também”, afirmou Adélia.

A Feira da Primavera aliou variedade de produtos com inovação e segurança. Para a realização do evento, foi preparado um treinamento especial com todos os expositores sobre técnicas de como abordar os visitantes, como manter os cuidados contra a covid durante a realização das vendas, sempre agindo com segurança e respeito às normas sanitárias. “A equipe do Sebrae pensou em tudo. Todos os stands foram bem equipados, com total segurança, sem degustação e com distanciamento. Fizemos um planejamento muito grande e um treinamento com todos os expositores para que pudessem executar suas vendas e expor seus produtos com a máxima segurança, tanto para os consumidores quanto para os próprios empreendedores”, acrescentou a diretoria do Sebrae no DF.

A doceria O Verdadeiro Brownie foi uma das marcas que expuseram seus produtos. A empresa nasceu de um sonho dos sócios Rafaela Cahú e Emerson Mário, casal de publicitários que tinha o sonho de criar algo e empreender. Com uma receita inicial que ao longo dos anos foi sendo aprimorada e hoje é totalmente artesanal, o casal começou a vender no trabalho e em escolas de familiares e de amigos. O retorno foi tão positivo que eles decidiram abandonar a publicidade e investir na venda de brownies. Com a pandemia, o delivery foi incluído no projeto e ajudou a loja a superar o momento de dificuldade.

 

Na avaliação de Rafaela Cahú, a experiência de participar pela primeira vez de um evento nos moldes da Feira da Primavera foi muito satisfatória. “Nós nunca havíamos participado de um evento como este. Não sabíamos como seria a aceitação do público e nem como seria esse público. Foi uma experiência incrível. O Sebrae oferece um apoio muito visível para o empreendedor aqui de Brasília. A visibilidade traz muitos benefícios para a empresa, e não é só pela venda em si, mas é o fato de você estar ali, sendo visto e lembrado. As pessoas passavam, perguntavam sobre como comprar o brownie depois da feira, então essa experiência foi muito legal e o Sebrae-DF foi fundamental nessa trajetória”, avaliou a empreendedora.

A artesã Daniela Borges, proprietária da Natteca, viu na feira uma oportunidade de expor seus produtos de decoração e cutelaria, fabricados com a utilização de teca, uma madeira de reflorestamento originária do Pará. Ela iniciou seu negócio ao ver que após as exportações, cerca de 80% da madeira costumam ser enviadas para a Índia e que os 20% restantes acabavam sendo descartados ou se deteriorando com o tempo.

Daniela destacou o apoio que recebeu do Sebrae no DF na formação e desenvolvimento da empresa. “Tenho orgulho de dizer que sou filha do Sebrae. Abri meu negócio faz pouquíssimo tempo e todas as consultorias que realizei foram por intermédio do Sebrae, com profissionais de excelente qualidade dispostos a servir e ajudar. Essa feira é um pontapé para voltarmos a normalidade; então estou bem satisfeita com o resultado e com a aceitação das pessoas”, destacou a artesã.

 

Informações para a imprensa

Paulo César Gusmão Gomes

Gerente ASCOM – Assessoria de Comunicação

Fone: (55 61) 3362.1659 / 9288 0958
e-mail: paulo.gomes@df.sebrae.com.br  

Christiane de Souza Gnone 

Fone: (55 61) 3362.1659/ 98128 2400 
e-mail: christiane@df.sebrae.com.br