CAPITAL DIGITAL

Capital Digital mobiliza empreendedores interessados em tecnologia e inovação

Evento promovido pelo Sebrae no DF apresentou temas de empreendedorismo e marketing digital, colaborando para o desenvolvimento de micro e pequenos empresários locais

Olhares atento, papel e caneta na mão; e claro, celulares a postos. Tudo para não perder uma só dica, um só detalhe. Assim estavam os participantes do Sebrae Capital Digital, iniciativa que, nos dias 23 e 24 de agosto, movimentou o Sebraelab do Parque Tecnológico de Brasília (BioTIC), permitindo que mais de 800 pessoas pudessem se aprofundar em temáticas relacionadas ao marketing digital e empreendedorismo, com um grande referencial de mercado.

Entusiasmado com a primeira realização do evento, o superintendente do Sebrae no DF, Valdir Oliveira, disse, durante a cerimônia de abertura, que o objetivo do evento foi mesclar temas de empreendedorismo e marketing digital, colaborando para que micro e pequenos empresários estejam de fato preparados para superar desafios nas rotinas de suas empresas. “Se não prepararmos os empreendedores para esse novo modelo de relacionamento e de canal digital, pode acontecer uma perda de clientes, que passarão a comprar fora do DF”, pontuou. “Estamos aqui para preparar um lojista, um comerciante, um prestador de serviços. É fundamental que ele saiba usar o canal digital como ferramenta de interação com o cliente”, acrescentou.

O superintendente ainda encorajou os empresários a se beneficiarem do perfil do consumidor que reside no Distrito Federal, formado - em grande maioria - por servidores públicos com alto poder de compra; e a utilizarem o Sebraelab que está inserido à estrutura do Parque Tecnológico, espaço colaborativo que tem contribuído para o desenvolvimento de empreendedores do DF.

Empresária no segmento de franchising, Isabelle Bonseno foi uma das participantes que foi ao BioTIC com o propósito de assimilar conteúdos que pudessem ser replicados dentro de seu empreendimento. “Toda a estrutura me surpreendeu. O nível das palestras foi muito bom e me permitiu compreender dicas realmente práticas. É um evento que deve ser frequentado por toda pessoa que tem o sonho de empreender”, comentou.

Profissional de Social Media em uma agência de comunicação instalada na Capital Federal, Emilly Cavalcante foi outra participante que aprovou a realização do Sebrae Capital Digital.  Há algum tempo ela nutria o interesse por expandir conhecimentos e viver novas experiências na área. “Fiquei sabendo do evento por meio de um amigo e decidi me inscrever quando vi os palestrantes que estariam aqui. São referências para a minha área e é fundamental ter contato com pessoas que possam inspirar nossa caminhada, nossos sonhos e a nossa carreira profissional”, afirmou Emilly.

Já no encerramento do evento, o superintendente do Sebrae no DF agradeceu a participação de todos e saudou a equipe da instituição, os quais estavam reunidos ao fundo do auditório e surpreendeu a todos com uma ótima notícia. “Em 2020, faremos uma segunda edição do Sebrae Capital Digital.  Quem participou deste, terá privilégios no próximo”, concluiu.

Melhorias em Vendas

As primeiras 400 empresas que se inscreveram para participar do Sebrae Capital Digital foram beneficiadas com consultorias gratuitas, durante o evento, sobre Marketing Digital. Cada empresa agendava um horário e em até 30 minutos recebia orientações sobre como potencializar suas vendas por meio de uma rede social previamente escolhida.

Na avaliação de Carlos Cardoso, gerente de Negócios em Rede do Sebrae no DF, o momento permitiu que os empresários aprendessem na prática a vender. “O bacana disso é que, durante essa meia-hora, a empresa recebeu informações de como utilizar uma determinada ferramenta. Depois, o empresário também terá uma devolutiva do Sebrae no DF informando como o seu empreendimento está inserido nas redes sociais”, explicou.

Conhecimentos, dicas e experiências

A programação teve início na manhã de sexta-feira e foi mediada pelo especialista em Novas Tecnologias e Inovação, Tony Ventura. Durante os dois dias de encontro, ele contagiou os participantes, ajudou na integração entre a plateia e line-up de palestrantes e ainda deu dicas capazes de facilitar a vida do pequenos empreendedor.

Confira abaixo os destaques das palestras apresentadas pelas referências que passaram pela primeira edição do Sebrae Capital Digital!

Marcos Piangers – Com mais de 300 mil livros vendidos, cinco milhões de fãs nas mídias sociais, mais de 400 milhões de views em vídeos e cinco palestras de TEDx, Marcos Piangers, também conhecido como Papai Pop, contou que em 1999 entrou na faculdade de jornalismo e viu todos seus colegas, que estavam se formando, indo trabalhar em empresas ponto com (. com)’ . Em seguida, as empresas quebraram, mas a sensação de que o mundo estava se transformando, o acompanha desde então. Em sua apresentação, ele falou da importância da criatividade, da sensibilidade das pessoas, da mudança do mundo e da tendência. Para ele, “inovação tem a ver com coragem e humanidade. Tem que fazer diferente”, aconselhou.

Piangers elogiou a atitude do Sebrae no DF. “Primeiro, o Sebrae arrasa! Os eventos são incríveis sempre. Segundo, às 7h30 da manhã várias pessoas já estavam na fila para acompanhar este encontro. Então, existe uma demanda por conhecimento; uma vontade de descobrir o que está acontecendo no mundo. E terceiro que são esses grandes eventos que nos ensinam. Eles que nos atualizam. Você vem num evento desse porte, se atualiza do que aconteceu nos últimos três meses, passa a enxergar o negócio de forma atualizada e dinâmica. Esse é o espírito’’, comemorou o escritor.

Rafael Rez – Para o estrategista de marketing digital, com experiência de mais de mil projetos digitais desde 1998, o Brasil está carente de bons eventos voltados para o marketing digital e principalmente de conteúdo real direcionado ao micro e pequeno empresário. “Tem muita gente ensinando como ficar famoso e pouca gente ensinando como ganhar dinheiro. Então, a iniciativa do Sebrae é muito boa. A estrutura está fantástica. Brasília precisa de encontros como esse para assumir protagonismo no cenário de marketing digital brasileiro. O Sebrae tem um papel muito forte com as pequenas e grandes empresas e está mostrando isso nas capacitações que tem oferecido’’, analisou.

Perguntado sobre o futuro do marketing digital, Rez respondeu: “Não sei dizer sobre o futuro do marketing digital. Me preocupo com o presente. E está funcionando agora e vai funcionar cada vez mais. É irreversível. Quem não estiver lá, está perdendo espaço. A minha dica para quem atua na área e se especializar e investir em conhecimento”.

Fábio Padilha - Diretor do Brasília Capital Fitness e grande parceiro do Sebrae no DF Fábio Padilha, chegou a abrir, com sua família, quatro academias da rede Runway, com sete mil alunos e 330 funcionários.

Em sua apresentação, Padilha falou sobre a importância da motivação. “Acho que muitos de nós temos a impressão errada quando vê alguém de sucesso, ao achar que ela nasceu com algo diferente. Mas ela é igualzinha a nós. É que ela descobriu essa energia que não a deixou desistir e a motivou para ir buscar o que precisava para fazer sucesso”, disse.

Fábio parabenizou a instituição por mais esse evento.  “Parabéns ao Sebrae por promover um evento tão bacana quanto esse. O mercado respondeu e as vagas para o evento foram encerradas rapidamente. Vamos inspirar as pessoas e mostrar ferramentas que efetivamente tragam novos clientes, novas vendas”.

Wilson Kontoyanis – Wilson Kontoyanis, conhecido como Will, é CEO da R2 Produções, empresa responsável por realizar, em Brasília, o Na Praia, considerado o maior parque temático temporário do Brasil. Para ele, o marketing digital não é mais uma opção, tem que ser o seu dia a dia. Hoje é a fórmula que todas as empresas se posicionam. “É impossível você pensar em qualquer tipo de negócio hoje, até mesmo o varejo mais tradicional, sem falar em marketing. Atualmente, nós temos acesso a várias plataformas e ferramentas que são utilizadas por muitas pessoas. Então, o que era um diferencial há cinco anos, agora virou uma necessidade. O marketing digital é a chave para o empresário conversar com um público que mudou totalmente a forma de consumir”. Will também disse que o Sebrae foi fundamental para o seu crescimento. “Eu sou fã do Sebrae de carteirinha. Fiz o Empretec e aprendi que se existe algo que liberta é o empreendedorismo. É bacana ver o quanto o Sebrae é parceiro nisso e se mostra como mosaico de inspiração”, acrescentou.

Carla Sarni – Fundadora da Sorridents, a maior e mais premiada rede de cli­nicas odontológicas da América Latina, Carla Sarni, ressaltou o quanto é importante que as pessoas estejam antenadas para as mudanças que são necessárias. “Hoje temos inúmeras ferramentas no mercado e o que funciona para um negócio, pode não dar certo em outro. Para você fazer um investimento de marketing é preciso seguir tendências. O bacana é que o marketing digital está oferecendo oportunidades não apenas para o grande empresário aumentar suas possibilidades de venda, mas também abre espaço para as médias e pequenas se destacarem’’, comentou Sarni.

Antônio Tabet -  Um dos fundadores do canal Porta dos Fundos e criador do site Kibe Loco, Antônio Tabet, disse que o marketing digital tem uma importância absurda, já que a presença digital no mercado consumidor é cada vez maior. “Você tem que estar nesse meio porque se não acaba sendo deixado para trás. Então, a importância é gigantesca e não tem como definir em outra palavra. A dica que eu dou é trabalhar com a disciplina de um profissional e a paixão de um amador. Amador no sentido da palavra que ama aquilo que está fazendo. Essa é a melhor dica que eu posso dar”, sugeriu. Segundo ele, é muito difícil de responder sobre o futuro do marketing digital, pois não existe uma previsibilidade. “Nunca se sabe o que vai acontecer porque isso depende mais dos engenheiros do que dos comunicadores ou dos marketeiros e publicitários. Ninguém sabia o que era o Facebook há alguns anos, então não dá para saber o que será a próxima rede social e nem quais serão as tendências do momento. O importante é você se informar sempre, para não ser pego de surpresa”, sugeriu Tabet.

Alexandre Guerra – Mestre em administração, conselheiro do grupo Giraffas e ligado ao empreendedorismo, Alexandre Guerra garante que é preciso falar do empreendedorismo como ele é, e não como dizem que seja. Para ele, tem muita gente vendendo conteúdo que nada tem a ver com empreendedorismo “Não existe sonho. Existe uma realidade que muitas vezes é dura. Nós precisamos ter o conhecimento para conseguir prosperar. E o Sebrae, como uma instituição que cumpre o seu propósito de apoiar o empreendedor, tem uma importância nesse processo”, afirmou.

Guerra comentou, ainda, que o ambiente digital tem permitido a possibilidade de qualquer pessoa criar conteúdo. “É onde está a audiência hoje! Então, as pessoas precisam saber usar. Outro ponto importante é que você tem um maior poder de controle de retorno no que você está investindo. Se você quiser ver a exposição dos seus negócios, tem que ter uma atuação no digital significativa para crescer”, disse.

Fábio Bindes – Sócio fundador da rede Sushiloko, Hum!Burguer e Brasil Vexado, Fábio Bindes, define o marketing  digital como sendo a atuação nas redes sociais, de forma eficaz e efetiva, trazendo resultados para o seu negócio, seja ele qual for. “Muitos negócios estão indo por água abaixo por conta disso. Então eu acho que a tendência é que as plataformas fiquem mais intuitivas, mais autodidatas e básicas para virarem senso comum para todos saberem utilizá-las”, afirmou.

Para concluir, Fábio dá uma dica de ouro para todos empreendedores: “não delegue às cegas o marketing da sua empresa. Busque fazer cursos, se capacitar, ou, ao menos, buscar saber para delegar com propriedade”, recomendou.

Alfredo Soares - Sócio-diretor da VTEX, a maior plataforma de e-commerce da América Latina, Alfredo Soares pontua que o marketing digital é uma das principais, se não, a principal ferramenta de um empreendedor hoje em dia. “Se tornou algo muito mais amplo. A área de marketing está mais interligada ao engenheiro, a um desenvolvedor de tecnologia, pois para fazer marketing ele terá que usar várias ferramentas. O marqueteiro é o engenheiro que vai conseguir analisar os dados, as métricas e aplicá-las para obter sucesso”, explicou.

Ana Tex - Empreendedora, palestrante e consultora em marketing digital, Ana Tex, dá a seguinte dica: sempre teste as redes sociais. “Eu acredito, hoje, que o Instagram é um grande poder. Youtube para profissionais liberais e formadores de opinião de um determinado assunto é muito poderoso. Uma lista de e-mail e WhastApp é importante. O ar que a gente respira é a internet para os negócios, ou seja, para quem busca seu espaço em determinado nicho, é impossível não utilizar as redes sociais a seu favor’’.

Informações para a imprensa

Paulo César Gusmão Gomes

Gerente ASCOM – Assessoria de Comunicação

Fone: (55 61) 3362.1659 / 9288 0958
e-mail: paulo.gomes@df.sebrae.com.br

Christiane de Souza Gnone 

Fone: (55 61) 3362.1659/ 98128 2400 
e-mail: christiane@df.sebrae.com.br

Tags: empreendedorismo de inovação, Capital Digital, Marketing digital, Sebrae no DF