CASO DE SUCESSO

Investir certo para colher o sucesso

Casal colhe na zona rural do DF o sucesso no segmento agroindustrial

Foi com a venda de maquinários e a elaboração de projetos para estabelecimentos como restaurantes, padarias e lanchonetes que o arquiteto Roberval Gontijo sustentava a família no início da década passada. No entanto, os inconstantes e imprevisíveis rendimentos mensais serviram de combustível para que ele começasse a ambicionar novas oportunidades dentro do mercado de trabalho do Distrito Federal.

À época, a rotina de sua esposa, a contabilista Rute Gontijo, estava voltada à criação dos filhos do casal. No entanto, ela nutria o propósito de que, depois do crescimento dos filhos, começaria a empreender. Em 2004, durante uma conversa com uma tia de Roberval, o casal tomou conhecimento de uma pequena agroindústria que estava à venda em uma das glebas do Núcleo Rural Alexandre Gusmão, próximo à cidade de Brazlândia.

Inicialmente, o objetivo do casal era comprar a agroindústria – de nome Machadinho – para realizar o processamento de alimentos. Rute ficaria responsável por gerir o novo empreendimento, que funcionava dentro de uma pequena propriedade rural alugada e não processava mais do que uma tonelada de alimentos por dia. “Dependíamos dos produtores parceiros para conseguir atender às solicitações. Não plantávamos nada”, conta Rute.

Naquela mesma época, o casal foi informado pelo antigo proprietário sobre o apoio que a agroindústria recebia do Sebrae no Distrito Federal. Sem experiência alguma dentro do segmento, a dupla optou por dar continuidade ao trabalho que vinha sendo desenvolvido junto à instituição na tentativa de amadurecer a gestão da agroindústria. A dupla participou de uma oficina e na sequência concluiu o Empretec, uma imersão focada em desenvolver o comportamento empreendedor e identificar novas oportunidades de negócio, que é desenvolvida mensalmente pela instituição

O trabalho desenvolvido por consultores credenciados da instituição também foi essencial para a agroindústria se firmar dentro do competitivo mercado brasiliense. Uma das principais contribuições dos especialistas foi a manutenção do nome fantasia do empreendimento. Visto como uma mudança necessária por parte do casal, a Machadinho foi submetida a uma pesquisa de mercado que concluiu que a marca era bem aceita e procurada por consumidores do DF. 

Toda a dedicação e empenho, ao lado dos conhecimentos adquiridos por meio do Sebrae, foram essenciais para o sucesso do casal no primeiro ano à frente da agroindústria. Com a instituição, eles ainda foram orientados sobre investimentos, conheceram técnicas de gerenciamento de pessoas, de manipulação de alimentos e também participaram de missões técnicas. Israel, Espanha e Alemanha foram países dos quais Rute e Roberval conseguiram assimilar conhecimentos que posteriormente foram implementados dentro da propriedade em que está instalada a agroindústria.

A adoção de boas práticas em gestão fizeram com que a Machadinho tivesse que mudar para um terreno maior, o que permitiu o início do cultivo de legumes, hortaliças e verduras. Em pouco tempo, um significativo aumento na produção agroindustrial se confirmou e teve influência direta no número de colaboradores da Machadinho. A equipe, que no início era formada por 12 pessoas, foi crescendo e atualmente está próximo dos 100 colaboradores. “A nossa evolução está diretamente ligada aos investimentos em capacitação. O Sebrae apresentou o bê-á-bá necessário para quem deseja empreender e com isso nós conseguimos amadurecer a gestão e a proposta da Machadinho”, garante Roberval.

Hoje, com 15 anos de caminhada dentro da cadeia agroindustrial, a Machadinho tem como principal objetivo ser reconhecida como a maior e melhor empresa de serviço de processamento de alimentos saudáveis da região Centro-Oeste do país. A marca já conta com mais de 100 produtos que facilitam a rotina dos consumidores e quer evoluir ainda mais. “Posso garantir que ao longo de todo esse tempo aprendemos que inovar é fundamental para o sucesso de uma empresa que deseja fornecer os melhores produtos ao seu consumidor. Investimos certo e estamos colhendo o sucesso”, completa Rute.

 

Informações para a imprensa

Paulo César Gusmão Gomes

Gerente ASCOM – Assessoria de Comunicação

Fone: (55 61) 3362.1659 / 9288 0958
e-mail: paulo.gomes@df.sebrae.com.br

Christiane de Souza Gnone 

Fone: (55 61) 3362.1659/ 98128 2400 
e-mail: christiane@df.sebrae.com.br

 

Tags: Empreendedorismo, Sebrae no DF, caso de sucesso